Einstein "Gauchinho de Pelotas"
border=0
border=0
 
   Arquivos

04/12/2005 a 10/12/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
 
border=0
Outros sites

 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


Votação
Dê uma nota para meu blog



border=0
 


Avaliação final do Gauchinho de Pelotas

 

 

Achamos-nos muito interessante, pois aprendemos a navegar muito melhor do que antes na internet, e trabalhar muito melhor em grupo, aprendemos a criar um blog, huahuahua, em grupo as coisas sempre muito melhores pois nós podemos dividir as tarefas, e a grande cooperação entre nós do grupo. Nós entramos numa conclusão que agora nós somos muito mais capazes d criar um blog sozinho, até sem os professores, pois com essas dicas que ganhamos nós já sabemos no virar sozinho na net. Vimos que esses trabalhos na internet é uma coisa muito importante, por que nós aprendemos a lidar com o computador e aprendemos mais, opinião dos blogueiros do gauchinho de pelotas sobre continuar fazendo esse trabalho ou não:

 

Luvanor: Sim, porque podemos trocar idéias com outros blogueiros.

Luis Guilherme: Sim, mas com toda a certeza esse trabalho é bem difícil de fazer, mas bastante proveitoso para o estudo:

Conrado: Sim, porque é um trabalho diferente em sala de aula, mais muito cansativo, más aprendemos bastante, só que deveria ser mais valorizado.

 

 

Grande abraço, e um Feliz Natal



Escrito por Bob Esponja às 22h32
[   ] [ envie esta mensagem ]






 

Equação de Torricelli

A equação de Torriceli é mais uma que pode ser usada para determinar muitos aspectos importantes do movimento de um corpo, contanto que ele esteja em MUV.

Veja como ela é e o que cada termo representa.

v  à  velocidade final
vo à  velocidade inicial
a  à  aceleração
ΔS  à  variação do espaço  (S - So)

Se você reparar, o tempo não entra nesta equação, e é por isso que ela é útil.  Se você estiver resolvendo um problema, e nele não for dado o tempo, muito provavelmente a melhor saída será usar a equação de Torricelli. 

 

De onde saiu esta equação ?

Na resolução de problemas envolvendo o movimento uniformemente variado (MUV) podemos usar duas equações, a função horária do espaço e a função horária da velocidade.

função horária do espaço função horária da velocidade

A equação de Torricelli aparece quando isolamos o tempo na função horária da velocidade e o substituímos na função horária do espaço.  Na verdade podemos dizer que juntando as duas equações acima obteremos Torricelli.  

Isso significa que você pode responder qualquer exercício de MUV sem Torricelli.  Basta você usar uma das equações acima e depois substituir o valor encontrado na outra.  O que a equação de Torricelli faz é encurtar o caminho, servindo como um atalho.  Basta usá-la uma vez e pronto.

 



Escrito por Bob Esponja às 22h00
[   ] [ envie esta mensagem ]






Torricelli, Evangelista (1608-1647)  

Torricelli nasceu em Faenza, Itália, 15 de outubro de 1608; e faleceu em Florença, Itália, 25 de outubro de 1647.

O primogênito de três crianças de Gasper Torricelli e Caterine Angetti, Torricelli logo demonstrou talentos incomuns. Seu pai, um artesão têxtil de condições financeiras modestas, mandou o garoto para seu tio, o monge de Camaldolese, Jacopo (formalmente Alessandro), que supervisionou sua educação humanística. Em 1625 e 1626, Torricelli freqüentou os cursos de matemática e filosofia da escola Jesuíta em Faenza, mostrando tamanha aptidão que seu tio ficou decidido a mandá-lo para Roma para educação adicional na escola dirigida por Benedetto Castelli, um membro da ordem que era um matemático e engenheiro hidráulico, e um pupilo de Galileu.

 



Escrito por Bob Esponja às 21h48
[   ] [ envie esta mensagem ]






O alemão Johannes Kepler, que descreveu que as órbitas planetárias não eram circular, mas elipses, Kepler descreveu o movimento planetário por três leis:

 

1° lei: cada planeta revolve em torno do sol em uma órbita elíptica, com o sol ocupando um dos focos do eclipse.

 

2° lei: a linha reta que une o sol ao planeta limpa as áreas iguais em intervalos de tempos iguais.

 

 3° lei: os quadrados dos períodos orbitais dos planetas são proporcionais aos cubos dos semi-eixos maiores das órbitas.




Escrito por Bob Esponja às 21h43
[   ] [ envie esta mensagem ]








Escrito por Bob Esponja às 15h54
[   ] [ envie esta mensagem ]








Escrito por Bob Esponja às 15h53
[   ] [ envie esta mensagem ]






Buraco Negro?

Um buraco negro se origina quando a velocidade de escape de um corpo equivale à velocidade da luz. Um corpo com a massa do Sol e com um raio de 2,5 quilômetros. Os buracos negros são possíveis pontos finais na evolução de uma estrela: é interessante notar que, enquanto as estrelas são grandes fontes energéticas do Universo, os buracos negros constituem verdadeiros redemoinhos energéticos, pois suas atrações gravitacionais são incomensuráveis, podendo até atrair e desviar raios luminosos.

A formação dos corpos celestes, aos quais dá-se a denominação de buracos negros, é resultada a partir da perda do equilíbrio do núcleo das estrelas. Desta forma, uma grande compressão gravitacional é gerada, constituindo o fator responsável pelo esmagamento da matéria destes corpos celestes. Um grande desafio para a ciência reside no fato do total "desaparecimento" da matéria atraída pelos buracos negros. Tais corpos celestes possuem a maior atração gravitacional entre todos os corpos celestes encontrados no Universo. A atração gravitacional dos buracos negros é de tal magnitude que até os feixes luminosos incididos nas suas proximidades são obrigados à propagação curvilínea. Portanto, sabendo-se que os raios luminosos propagam-se em linha reta, os buracos negros são responsáveis pela "quebra" de uma das leis da Física que regem nosso Universo.

É importante lembrar que ainda não foi confirmada a existência de Buracos Negros.



Escrito por Bob Esponja às 15h53
[   ] [ envie esta mensagem ]






As leis de Kepler

 

Alguns anos após a morte de Copérnico, o astrônomo dinamarquês, Tycho Brahe, começou a desenvolver um importante trabalho no sentido de obter medidas mais precisas das posições dos corpos celestes. Os dados colhidos por Tycho Brahe, cuidadosamente tabelados, constituíram a base do trabalho que foi desenvolvido, após sua morte, por seu discípulo, o astrônomo alemão Johannes Kepler. O trabalho de Kepler teve êxito, tendo descoberto as três leis do movimento dos planetas.
Primeira lei: Um planeta se move descrevendo uma órbita elíptica tendo o Sol como um dos focos.
Segunda lei: A linha que liga o Sol ao planeta varre áreas iguais em intervalos de tempo iguais.
Terceira lei: É constante para todos os planetas a razão entre o tempo (T) que o planeta leva para dar uma volta completa em torno do Sol elevado ao quadrado e o raio médio (r) de sua órbita elevado ao cubo. T2/r3 = constante.
As leis de Kepler aplicam-se a quaisquer corpos que gravitem em órbita de uma grande massa central. Por isso, elas são aplicáveis não apenas ao nosso Sistema Solar, como também a outros sistemas do Universo. Elas podem ser também ser aplicadas, por exemplo, para um satélite que gravite em órbita de um planeta qualquer.



Escrito por Bob Esponja às 15h48
[   ] [ envie esta mensagem ]






Relação Kepler e Copérnico

No começo de 1597, Kepler publicou seu primeiro livro, Perídromos dissertationum cosmographicarum continens mysterium cosmographicum de admirabili proportione orbium celestium de que causis coelorum numeri, magnitudinis, motuumque periodicorum genuinis et propiis, demonstratum per quinque regularia corpora geométrica, que o título abreviado era Mysterium Cosmographicum (Mistérios do Universo). Neste livro defendia o heliocentrismo de Copérnico, e propunha que o tamanho de cada órbita planetária é estabelecido por um sólido geométrico (poliedro) circunscrito à órbita anterior. Este modelo matemático poderia prever os tamanhos relativos das órbitas. Kepler enviou um exemplar para Tycho Brahe, que respondeu que existiam diferenças entre as previsões do modelo e suas medidas. Um exemplar enviado a Galileu, 8 anos mais velho que Kepler, fez este enviar uma pequena carta a Kepler agradecendo mas dizendo que ainda não havia lido, e dizendo que acreditava na teoria de Copérnico.



Escrito por Bob Esponja às 15h46
[   ] [ envie esta mensagem ]






 

Johannes Kepler: Quem foi esse homem?

 

            Os Primeiros Anos:    Kepler nasceu no dia 27 de dezembro de 1571, na região da Suábia (hoje, o sudoeste da Alemanha). Sofreu de miopia e poliocopia anocular (visão múltipla). Teve problemas para se relacionar, tinha um gênio bem difícil,  mas era muito inteligente.  Por sua inteligência foi recebido aos 13 anos no seminário de teologia de Adelberg e ganhou uma bolsa de estudos do duque de Wurttenberg.  No seminário, também teve seus problemas: desprezou os colegas e o próprio seminário e se enterrou nos estudos.

 

Os estudos:   Os professores o acharam brilhante  e alguns o acompanharam por toda a vida. Seus problemas se esvaíram ao final da adolescência. Formou-se na Faculdade de Artes da Universidade de Tubigen aos 20 anos e resolveu seguir os estudos por mais quatro anos na faculdade teológica. Contudo, antes de se diplomar, foi convidado para ser professor de Astronomia e Matemática na província de Graz, capital da Estíria (hoje, Áustria). No entanto, para isso, teve de fazer também previsões astrológicas, o que repudiou.



Escrito por Bob Esponja às 15h39
[   ] [ envie esta mensagem ]






Revolução da Física

 

Cientistas, filósofos e historiadores concordam em que as realizações de Isaac Newton (1642-1727) representam o auge da Revolução Científica, também chamada Revolução Newtoniana. A rigor, Newton foi autor não de uma, mas de várias revoluções, que abrangeram diversos campos do conhecimento. Destacou-se também como formulador da metodologia apropriada à investigação científica. E foi um homem de seu tempo, um tempo de transições. Sua energia criativa abrangeu áreas que hoje consideraríamos inusitadas para um cientista, como a interpretação das Escrituras Sagradas, a cronologia, as profecias e a alquimia. Foi, por isso, também chamado “o último mago”. Este volume oferece ao leitor, pela primeira vez, os principais textos de Newton sobre método científico, filosofia natural, óptica, mecânica, matemática, alquimia e teologia, comentados por especialistas contemporâneos. Torna-se assim a mais completa coletânea, até aqui disponível ao leitor de língua portuguesa, para conhecer o pensamento e a vida do homem que revolucionou o próprio conhecimento.




Escrito por Bob Esponja às 15h37
[   ] [ envie esta mensagem ]






Gravitação Universal

Obviamente a Terra exerce uma atração sobre os objetos que estão sobre sua superfície. Newton se deu conta de que esta força se estendia até a Lua e produzia a aceleração centrípeta necessária para manter a Lua em órbita. O mesmo acontece com o Sol e os planetas. Então Newton levantou a hipótese da existência de uma força de atração universal entre os corpos em qualquer parte do Universo.

A força centrípeta que o Sol exerce sobre um planeta de massa m, que se move com velocidade v à uma distância r do Sol, é dada por:
displaymath105                                                        (Fc)

Assumindo neste instante uma órbita circular, que mais tarde será generalizada para qualquer tipo de órbita, o período P   do planeta é dado por:
displaymath107
Pela 3a Lei de Kepler,
displaymath108
onde a constante k depende das unidades de P e r. Temos então que

displaymath109

Seja m a massa do planeta e M a massa do Sol. Substituindo-se esta velocidade na expressão da força centrípeta exercida pelo Sol (Fc) no planeta, a força pode então ser escrita como:
displaymath110
e, de acordo com a 3a. lei de Newton, o planeta exerce uma força igual e contrária sobre o Sol. A força centrípeta exercida pelo planeta sobre o Sol, de massa M é dada por:
displaymath111
Newton deduziu então que:

displaymath112
onde G é uma constante de proporcionalidade. Tanto o Sol quanto o planeta que se move em torno dele experimentam a mesma força, mas o Sol permanece aproximadamente no centro do Sistema Solar porque a massa do Sol é aproximadamente mil vezes maior que a massa de todos os planetas somados.

Newton então concluiu que para que a atração universal seja correta, deve existir uma força atrativa entre pares de objetos em qualquer região do universo, e esta força deve ser proporcional a suas massas e inversamente proporcional ao quadrado de suas distâncias. A constante de proporcionalidade G depende das unidades das massas e da distância.



Escrito por Bob Esponja às 14h32
[   ] [ envie esta mensagem ]






Lei da Força
 
 
 
Ação e Reação
A toda ação corresponde uma reação, com a mesma intensidade, mesma direção e sentidos contrários


Escrito por Bob Esponja às 14h22
[   ] [ envie esta mensagem ]






Nego Newton Pensando



Escrito por Bob Esponja às 14h13
[   ] [ envie esta mensagem ]






Tio Newton foi:

 

 

Isaac Newton nasceu em Dezembro de 1642 (e Galileu morreu em Janeiro do mesmo ano), e foi o grande expoente da Física, continuando a obra de Galileu. Em 1661, entrou na Trinity College de Cambridge, na condição de "subscrever" (estudante pobre e obrigado a tarefas humildes). Logo foi promovido e "scholar" (assistente) e foi então que sua carreira decolou. Em 1665 consegue o título de bacharel mas tem que se esconder no campo, devido a uma epidemia que mata mais de 30.000 pessoas em Londres. É no campo que começam suas descobertas, entre elas o

fenômeno de dispersão da luz, a lei da gravitação universal e formula as primeiras leis do cálculo infinitesimal e diferencial.

 

Destino de Newton.

Isaac Newton não teve o mesmo destino de Galileu por que em seu tempo ja pensavam sobre a descobertas cientificas. Newton em 1693 sofreu colapso nervoso que teve que abandonar sua pesquisas e tomar uma posição no governo de Londres, tornando-se guardião da casa da moeda real, em 1696, e mestre, em 1699. Newton não foi condenado pela igreja por isso não teve o destino de Galileu.

 

 



Escrito por Bob Esponja às 14h11
[   ] [ envie esta mensagem ]






[ ver mensagens anteriores ]
border=0